Skip to content
Home » Kinguio Bolha: Guia Completo

Kinguio Bolha: Guia Completo

  • by
Kinguio Olho-de-Bolha

O Kinguio Bolha, também conhecido como Kinguio Olho-de-Bolha, apresenta características notavelmente peculiares e exóticas. As distintas bolsas cheias de líquido transparente, localizadas sob seus olhos, conferem-lhe um aspecto que parece ter saído diretamente de um cenário de ficção científica.

Origem e características

Esta variedade de Kinguio surgiu no início do século XX na China, onde se tornou muito popular devido à sua aparência única. As suas características mais marcantes, os sacos de líquido em baixo dos seus olhos, surgiram artificialmente através da reprodução seletiva, para obter as características esteticamente desejadas.

Além de não possuírem nenhuma utilidade prática para o peixe, ainda representam um risco significativo, podendo estourar e resultar em infecções ou danos permanentes, causando desconforto e prejudicando a saúde do animal.

Como se não chegasse, podem interferir na visão dos peixes, afetar a flutuabilidade e até mesmo influenciar o equilíbrio e a movimentação das nadadeiras, levando a uma natação menos ágil quando comparado a outras variedades de Kinguios.

Por conta disso, é necessário um cuidado excepcional ao lidar com estes peixes, visando prevenir a ruptura das bolhas e a consequente ocorrência de infecções.

Muitos aquaristas deparam-se com o dilema de adquirir estes kinguios com características únicas e impressionantes, visto que podem representar desafios significativos para a saúde e a qualidade de vida desses peixes.

O que acontece quando as “bolhas” estouram?

Se as bolhas estourarem devido a algum tipo de lesão, trauma ou infecção, podem ocorrer vários problemas:

Infecções: Quando as bolhas estouram, o local fica exposto a bactérias e outros microrganismos presentes na água do aquário.

Dificuldade para cicatrizar: A área onde as bolhas estouraram podem ter dificuldade em cicatrizar devido natureza delicada do tecido, que pode prolongar o processo de recuperação e aumentar o risco de complicações.

Desconforto e estresse: Quando as bolhas estouram, o peixe pode passar por desconforto significativo e, claro, estresse constante.

Risco de danos oculares: Se as bolhas estourarem muito perto dos olhos, há um risco de lesões oculares, comprometendo ainda mais a visão e a saúde ocular do peixe.

As bolhas voltam a crescer?

Quando as bolhas nos Kinguios Bolha estouram, geralmente não voltam a crescer da mesma maneira ou podem não crescer de todo.

Embora o tecido possa tentar se regenerar após uma lesão, é difícil que as bolhas se reformem completamente na mesma extensão ou tamanho que tinham antes da ruptura. A regeneração completa das bolhas após uma ruptura significativa é improvável, e as áreas danificadas podem não recuperar a sua forma ou tamanho originais.

Configuração do Aquário

O aquário deve ser extremamente espaçoso, com pelo menos 80 Litros de capacidade e uma área livre de quaisquer objetos que possam causar lesões. 

Um sistema de filtragem de alta qualidade é imprescindível para manter a água do aquário limpa e saudável. A temperatura da água deve ser mantida entre 17 °C e 22 °C e o pH entre 6,5 e 7,5.

É altamente recomendável manter os Kinguios Bolha separados de outras variedades de Kinguios que sejam mais rápidas ou ágeis, visto que as características físicas únicas e delicadas, como as bolhas sob os olhos, tornam-nos mais vulneráveis a lesões e danos.

Outras variedades de Kinguios mais ágeis podem competir por comida, espaço ou até mesmo exibir comportamentos territoriais que podem resultar em danos às delicadas bolhas. Esses danos podem levar a lesões, infecções ou estresse constante nos peixes, afetando negativamente a sua saúde e bem-estar.

Para mais informações mais detalhadas: Guia do Aquário para Kinguios

Alimentação 

A alimentação dos Kinguios deve ser equilibrada e variada, constituída por alimentos específicos para Kinguios, como ração de alta qualidade, complementado com vegetais frescos, como ervilhas cozidas ou folhas de alface, para promover uma nutrição saudável. 

Evite excessos na alimentação para prevenir problemas digestivos e mantenha horários regulares de alimentação para garantir o bem-estar dos peixes.

Para mais informações mais detalhadas: Tudo sobre a Alimentação do Kinguio

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *